Compartilhe
Blog
pulseiras hospitalares

Veja como as pulseiras hospitalares são úteis para a segurança do paciente

No dia a dia de clínicas e hospitais, pacientes são dispostos em quartos, para que recebam um tratamento específico. Ao mesmo tempo, outros chegam com os mais diversos problemas de saúde, necessitando de atendimento em variados graus de emergência. Para que todos sejam atendidos da maneira correta, é necessário que haja uma forma simples de identificá-los, encaminhá-los para a especialidade e, assim, começar o processo de recuperação. Nesse cenário, as pulseiras hospitalares se fazem indispensáveis. Elas auxiliam na triagem, identificação e segurança de pacientes, humanizam o atendimento nos hospitais e auxiliam médicos e enfermeiros na continuidade do tratamento.

Quer saber mais sobre como as pulseiras hospitalares contribuem para o bom andamento do tratamento dos pacientes? Confira esse artigo que a PasseVIP preparou para você.

Benefícios do das pulseiras hospitalares em pacientes

Auxiliam na classificação de risco

As pulseiras hospitalares permitem que pacientes em estado grave sejam atendidos mais rapidamente, por meio da classificação de risco, ou classificação de Manchester. Neste protocolo, a pulseira de identificação que o paciente recebe quando chega ao hospital em busca de atendimento, exibe uma cor indicativa da gravidade do caso, estabelecendo um prazo de tempo para que ocorra o atendimento.

– Vermelha: pacientes em caso de emergência, que está em caso gravíssimo e requer atendimento imediato sob risco de morte;
– laranja: muito urgente, em que o paciente está em estado grave, que pode evoluir para o risco de morte;
– amarelo: urgente, em que o estado do paciente é moderadamente grave e não há risco de morte;
– verde: pouco urgente, em que o paciente pode ser atendido nas unidades básicas;
– azul: não há urgência, o paciente pode ser atendido em ordem de chegada, como o caso de resfriados, pequenos ferimentos e dor de garganta.

classificar pulseiras hospitalares

Agilizam o atendimento médico

Por conter dados do paciente, as pulseiras hospitalares são muito úteis na hora de orientar sobre o seu tratamento. Elas são indicadas para serem usadas em pacientes internados, ajudando a equipe de enfermagem rapidamente identificar fatores de risco individuais do paciente, conforme o protocolo estabelecido pela unidade de saúde.

Dessa forma, é possível identificar pacientes que sejam alérgicos, que esteja acometidos de alguma doença infecciosa, que necessitem de uma observação maior e que precisam ficar em áreas isoladas. Essa é uma maneira de manter o paciente e todas as outras pessoas do hospital livres do risco de contaminação e identificar qual o tratamento mais adequado para cada caso.

Há ainda, nas pulseiras hospitalares, campos que podem ser preenchidos com dosagem de medicamento, por exemplo, tipo sanguíneo e demais informações pertinentes para o tratamento.

Aproximam o paciente da equipe

Houve um tempo em que os pacientes que chegavam aos hospitais eram identificados por pulseiras de identificação contendo apenas por um número e um código de barras. Com a evolução das pulseiras hospitalares e a humanização do atendimento médico, essa prática se modificou, e as pulseiras exibem nome, data de nascimento e outras informações sobre os pacientes, o que permite a sua correta identificação por toda a equipe que cuidará de sua saúde pelo tempo em que a internação for necessária.

Possibilitam a identificação em caso de fuga

As pulseiras hospitalares também são muito úteis para o caso de pacientes com transtornos psiquiátricos, que apresentam impulsos de fugirem da ala em que estão internadas e, caso não haja um sistema de segurança adequado, do próprio hospital. Utilizando as pulseiras, eles podem ser encaminhados novamente para o seu quarto e leito, para que deem continuidade ao tratamento. Nesse caso, é fundamental que a família do paciente esteja presente e ajude na orientação para que ele esteja sempre portando a pulseira de identificação personalizada com os seus dados.

Ajudam na sistematização dos processos

Em caso de pulseiras hospitalares que possuem código de barras, é possível que todos os dados do paciente, seu histórico médico e detalhes sobre o tratamento administrado estejam em um sistema do hospital, com acesso facilitado aos médicos e equipe de enfermagem que estejam acompanhando o tratamento,. Assim, os dados são atualizados de maneira muito mais rápida, facilitando também a administração de medicamentos e exames para que o tratamento seja feito da forma mais rápida possível, sempre visando o bem-estar e a saúde dos pacientes.

Adquira pulseiras hospitalares de qualidade!

Por seu um objeto que o paciente irá portar durante toda a sua internação, é fundamental que as pulseiras hospitalares sejam feias de material resistente, macio e confortável. Além disso, é preciso que sejam feitas de material antialérgico, que não incomode e seja facilmente personalizável.

 

Pulseiras com essas características e a preços atrativos, você encontra na PasseVIP! Há 15 anos no mercado, oferecemos aos nossos clientes pulseiras hospitalares de classificação de risco, de mão e filho e demais modelos que podem tornar o atendimento dos pacientes mais facilitado e prático. Entre em contato conosco, tire as suas dúvidas e peça um orçamento!

Links úteis:
pulseiras para festas
cordões para crachá